trump-impoe-sua-marca-a-cupula-do-g20-a-mais-dividida-de-sua-historia.jpg

Air Freight - O presidente americano, Donald Trump, impôs sua marca à cúpula do G20, que é realizada em Buenos Aires em um ambiente de tensão pelo conflito entre Rússia e Ucrânia e pela “guerra comercial” entre Estados Unidos e China.

Dietrich Logistics - E nada leva a pensar que haverá um consenso no fórum que reúne até sábado as 20 economias mais potentes e emergentes do planeta, e que tem entre seus polêmicos convidados o presidente russo, Vladimir Putin, o chinês Xi Jinping, e o príncipe herdeiro saudita, Mohamed bin Salman.

D-Log conquista selo de Eficiência Logística - Depois que Trump cancelou o encontro que os dois haviam marcado, Putin mostrou seu espírito combativo ao denunciar as “práticas viciosas” das “sanções unilaterais” e do protecionismo comercial.

D-Log 21 anos - No que é um dos poucos momentos de consenso, Estados Unidos, México e Canadá assinaram um novo tratado de livre-comércio após meses de tensão, idas e vindas. Batizado T-MEC pelos mexicanos, o acordo substitui o Nafta, que regia o comércio entre esses três países desde 1994 e que foi derrubado por Trump.

Desembaraço Aduaneiro - Os principais líderes mundiais também deram as boas-vindas ao príncipe herdeiro saudita, evitando isolá-lo nesta viagem, a primeira que ele realiza desde que o jornalista Jamal Kashoggi foi assassinado no consulado de seu país em Istambul.

<p>Líderes do G20 em Buenos Aires, Argentina</p>(Marcos BrindicciReuters)

<p>Presidente do México, Enrique Pena Nieto, presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o presidente do Canadá, Justin Trudeau, assinam o novo tratado comercial T-MEC</p>(Kevin LamarqueReuters)

<p>Um militar sai de um tanque no dia de início da reunião do G20 na capital argentina, Buenos Aires. 30 de novembro de 2018</p>(Amilcar OrfaliGetty Images)

<p>Donald Trump e príncipe herdeiro saudita envolvido no assassinato do jornalista Jamal Khashoggi</p>(Marcos BrindicciReuters)

<p>Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a primeira-ministra britânica, Theresa May, durante a cúpula do G20</p>(Kevin LamarqueReuters)

<p>Príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, e o presidente russo, Vladimir Putin, na cúpula do G20</p>(Kevin LamarqueReuters)

<p>Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante a cúpula do G20</p>(Kevin LamarqueReuters)

<p>Presidentes do Brics se reúnem durante cúpula do G20</p>(Mikhail KlimentyevTASSGetty Images)

<p>Na foto, as primeiras-damas dos países membros da cúpula do G20</p>(Pilar OlivaresReuters)

“Fora Trump”

Selo Infraero - Dezenas de milhares de argentinos se manifestaram em uma Buenos Aires praticamente deserta e sob um forte dispositivo de segurança que limitou ao mínimo o serviço de transporte público.

Desembaraço Aduaneiro - Com grandes cartazes que dizem “Fora Trump” e “Fora FMI”, os manifestantes percorreram a central Avenida 9 de Julho, cujas ruas adjacentes foram bloqueadas com cercas metálicas vigiadas por 2.500 agentes e guardas de infantaria.

Agente de Carga Internacional - “Viemos nos manifestar, repudiar os representantes das potências imperialistas e queremos que saibam que não são bem-vindos em nosso país”, disse à AFP Florence di Llelo.

Serviços - Devido à cúpula do G20, esta sexta-feira foi declarada feriado. Também suspenderam o serviço de metrô e de trens, que vão principalmente à periferia de Buenos Aires.

Serviços - Comandando a marcha que ocupou seis quarteirões da avenida mais larga de Buenos Aires, avançaram líderes de organismos de defesa dos direitos humanos. A maioria dos manifestantes foi organizada, principalmente, por partes de esquerda e movimentos antiglobalização. “Acreditamos que o G20 atenta contra o país”, criticou Matías Gómez, delegado de uma cooperativa.

Trump-Xi

Trabalhe na D-Log - A reunião de sábado entre Trump e seu homólogo chinês será o ponto alto do primeiro G20 na América do Sul. Governos, mercados e empresas aguardarão os resultados dessa reunião.

Selo Infraero - O presidente americano disse ver “bons sinais” nas relações comerciais entre os dois países. Mas também se mostrou reticente a um acordo nas últimas horas. “Acho que estamos muito perto de fazer algo com a China, mas não sei se quero fazê-lo”, disse Trump antes de iniciar sua viagem.

Customs Clearance - Ao exigir que Pequim acabe com as práticas comerciais, Trump impôs tarifas que chegaram a 300 bilhões de dólares, incluindo 250 bilhões de dólares sobre produtos chineses, e afetaram as importações de aço e alumínio de outros países.

Cotação - E a China não demorou a reagir com medidas recíprocas, o que alimentou a “guerra comercial” que os analistas temem que possa atingir a economia mundial. A próxima série de aumentos está prevista para 1º de janeiro, quando as tarifas dos Estados Unidos sobre as importações chinesas no valor de 200 bilhões de dólares podem subir de 10% a 25% se os dois gigantes não chegarem a um acordo.

Não a Putin

Multimodal Logistics Operator Brazil - Antes de deixar Washington, Trump cancelou o seu encontro previsto na na Argentina com seu colega russo, devido ao conflito com a Ucrânia. As tensões entre Kiev e Moscou alcançaram o seu auge após a Rússia reter três navios militares ucranianos em frente à costa da Crimeia. A seguir, o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, alertou sobre “a ameaça de uma guerra total” com a Rússia.

D-Log conquista selo de Eficiência Logística - A anulação do encontro acontece em meio à controvérsia nos Estados Unidos sobre novas revelações na investigação de uma suposta interferência da Rússia na campanha presidencial de 2016.

Aéreo - O presidente americano reiterou a sua inocência em relação a um acordo imobiliário com Moscou que fez parte da investigação. “Caça às bruxas”, tuitou. A polêmica está mais viva depois que seu ex-advogado Michael Cohen se declarou culpado de mentir ao Congresso sobre este negócio imobiliário para limitar a investigação sobre a ingerência russa na campanha eleitoral.

News - Trump também deve medir forças com o presidente da França, Emmanuel Macron, que pretende incluir o aquecimento global nos primeiros pontos da agenda do G20, antes da conferência sobre clima COP24, em 2 de dezembro, na Polônia.

Site desenvolvido pela Lima & Santana Propaganda - Mas o presidente americano, que não se cansa de colocar a mudança climática em dúvida, retirou o seu país dos acordos ambientais de Paris em junho de 2017, pouco depois de chegar à Casa Branca.

Termos e Procedimentos - Nesse contexto, será difícil que este G20 cumpra a promessa que fez em sua primeira cúpula, 10 anos atrás: o multilateralismo para assegurar a “prosperidade” no mundo.

Fonte: https://exame.abril.com.br/mundo/trump-impoe-sua-marca-a-cupula-do-g20-a-mais-dividida-de-sua-historia/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Contato D-Log - Ao menos dez mulheres centro-americanas, integrantes da caravana migrante que saiu de Honduras há mais de um mês, anunciaram nesta quinta-feira, 29, uma greve de fome para pressionar México e Estados Unidos a agilizarem seus trâmites migratórios.

Operador Logístico - “Considerando que pouco nos ouviram, decidimos, o movimento de mulheres (…), que vamos fazer greve de fome”, disse a hondurenha Claudia Miranda, durante uma entrevista coletiva improvisada em plena rua de Tijuana, cidade do noroeste do México que faz fronteira com os Estados Unidos e onde chegaram mais de 6.000 migrantes.

D-Log 21 anos - Representando uma dezena de mulheres que carregavam bandeiras brancas, Miranda explicou que tentarão que outras centro-americanas se unam à greve, que começaria horas depois com um protesto em frente aos escritórios migratórios.

Termos e Procedimentos - As mulheres pedem ao Instituto Nacional de Migração do México para “acelerar os vistos humanitários para que possamos ver como nos instalamos e poder trabalhar”, disse Miranda.

D-Log 21 anos - Os milhares de migrantes, a maioria famílias hondurenhas com filhos, vivem há mais de uma semana ao ar livre em um abrigo improvisado pelas autoridades em um centro esportivo localizado em um bairro marginal de Tijuana.

Dietrich Logistics - Esta quinta-feira amanheceram particularmente afetados pela forte chuva que cai sobre a cidade. Seus colchonetes e cobertores colocados no chão estavam encharcados. Muitos desses migrantes estão tramitando um visto humanitário que lhes permita permanecer e trabalhar no México legalmente, um processo que pode levar várias semanas.

Operador Multimodal - “Pedimos aos Estados Unidos com todo o coração e em nome do movimento de mulheres de diferentes partes da América Central, que, por favor, agilize o asilo político, (que os turnos sejam) de 50 em 50 para que possamos entrar, trabalhar e mostrar a eles que, na realidade, não somos criminosos”, disse Miranda.

News - A caravana percorreu mais de 4.000 quilômetros com a esperança de viver nos Estados Unidos, longe da pobreza e da violência em seus países. Mas o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, os acusa de querer executar uma “invasão” em seu país e os obriga a permanecer no México enquanto solicitam asilo nos escritórios de fronteira. Para este processo há uma lista de espera de mais de 5.000 pessoas.

D-Log 21 anos - As mulheres centro-americanas também pediram a Andrés Manuel López Obrador, que assume a presidência do México neste sábado, que continue garantindo sua segurança. “Lembramos que este acordo está assinado” com o governo em fim de mandato, destacou Miranda.

Operadores Logísticos - No domingo passado, as forças americanas dispararam balas de borracha e gás lacrimogêneo contra cerca de 500 migrantes que tentaram atravessar a fronteira à força.

Fonte: https://exame.abril.com.br/mundo/migrantes-de-caravanas-fazem-greve-de-fome-para-pressionar-mexico-e-eua/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Termos e Procedimentos - Washington – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que estaria “totalmente disposto” a paralisar o governo federal se o Congresso não autorizar 5 bilhões de dólares em recursos para o há muito prometido muro na fronteira entre o país e o México, segundo uma entrevista publicada pelo Politico nesta quarta-feira.

Rodoviário - Trump disse ao veículo de notícias que os sugeridos 5 bilhões de dólares pagariam somente a barreira física, e que financiamento adicional seria necessário para outras medidas de segurança de fronteira.

Trabalhe na D-Log - O presidente não cumpriu ameaças prévias de paralisar o governo por conta do financiamento do muro, uma das principais promessas da sua campanha eleitoral de 2016.

Customs Clearance - Contudo, com a perda em janeiro do controle da Câmara dos Deputados pelos seus partidários republicanos depois das eleições deste ano, não está claro se desta vez Trump recuaria.

Multimodal Logistics Operator Brazil - Imigração ilegal foi um tema central da campanha presidencial de Trump, e ele repetidas vezes voltou ao assunto na campanha para as eleições parlamentares de 6 de novembro, quando uma caravana de imigrantes da América Central se dirigia para os EUA, e 5.800 soldados foram enviados para a fronteira.

Serviços - Ele também tem ameaçado fechar completamente a fronteira, um alerta que o ministro do Exterior mexicano, Luis Videgaray, rejeitou nesta quarta.

Contato D-Log - O uso de gás lacrimogêneo contra imigrantes da América Central na região da fronteira no fim de semana passado provocou a condenação de democratas e outros críticos. O Departamento de Segurança Interna defendeu as ações da polícia, enquanto o México pediu uma investigação sobre o incidente.

Air Freight - Os parlamentares norte-americanos precisam aprovar o projeto de gastos até 7 de dezembro para financiar agências governamentais, incluindo o Departamento de Segurança Interna, que cuida das fronteiras e da imigração.

Road Transportation - No ano que vem, os republicanos vão manter o controle do Senado, mas vão precisar de apoio dos democratas para aprovar os recursos.

Trabalhe na D-Log - O presidente do Comitê do Senado sobre Segurança Interna, o republicano Ron Johnson, disse que Trump “merece ter melhores barreiras financiadas”, mas notou que a maior parte dos recursos do governo já foi destinada e que a maioria dos gastos em segurança continuariam sob cláusula de emergência.

Selo Infraero - “É muito difícil paralisar o governo”, afirmou ele ao canal Fox News.

Operador Multimodal de Carga - O colega republicano, Orrin Hatch, afirmou ao canal NBC que os dois lados deveriam ser capazes de encontrar uma solução.

Dietrich Logistics - O presidente da Câmara dos Deputados, Paul Ryan, disse que a versão da câmara do projeto de gastos tem previstos os 5 bilhões de dólares pedidos por Trump, mas reconheceu que os democratas, que se recusam a apoiar o muro mas são a favor de outras medidas de segurança de fronteira, terão influência.

Operador Logístico de Carga - “O que teremos que fazer é nos aproximar”, disse à imprensa.

Fonte: https://exame.abril.com.br/mundo/trump-diz-paralisar-governo-se-nao-houver-verba-para-muro-na-fronteira/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Marítimo - A Justiça Federal negou pedido de liminar de diversos sindicatos de policiais rodoviários federais para permitir o embarque armado em voos. Eles entraram com ação para suspender parte da norma da Polícia Federal de julho deste ano que regulamentou o controle de pessoas com armas de fogo em viagens, garantindo que apenas os agentes da corporação ficaram fora de proibições da Agência Nacional de Aviação] (Anac).

Transporte de Carga Aérea - O juiz federal substituto da 21ª Vara da Seção Judiciária do DF argumentou em sua negativa que a lei delega o controle do embarque armado à Polícia Federal e à Anac. Neste sentido, a publicação da norma da PF sobre o tema não teria incorrido em nenhuma irregularidade ou invasão de competência.

Companhia - “O agente público policial federal está regularmente investido das prerrogativas constitucionais para proferir avaliação sobre a necessidade do embarque armado, num pleno exercício do poder discricionário inerente à administração pública, escorado na lei, máxime por exercer seu específico munus no caso em tela, não havendo espaço para alegação de ilegalidade ou arbitrariedade”, justificou o magistrado.

Air Freight - Além da prerrogativa da PF para esse tipo de autorização, ele avaliou que a restrição do embarque armado a outros policiais mitiga o dever destes de agir, é “desprovida de qualquer utilidade tanto prática como para garantia da prerrogativa” e “gera um risco infundado e desproporcional para o transporte aéreo civil brasileiro”.

Empresa de Logística em São Paulo - Segundo o juiz federal, disparos acidentais em aeronaves têm consequências “catastróficas”, como machucar alguém ou danificar a fuselagem, pondo em risco todos os passageiros do voo. Ele citou como exemplo o caso de tribunais, onde agentes policiais ou de escolta que não estão no cumprimento de suas funções devem recolher suas armas.

News - O magistrado solicitou a réplica dos autores da ação e dispensou audiência ou produção de outras provas, indicando que irá já proferir sentença após receber os argumentos dos sindicatos de policiais rodoviários.

Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/juiz-nega-pedido-para-que-policiais-rodoviarios-entrem-armados-em-voos/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Contato D-Log - O Superior Tribunal de Justiça (STJ) adiou para 6 de dezembro o julgamento de uma ação que trata da posse do Palácio da Guanabara, atual sede do governo do Rio de Janeiro. O processo está em tramitação há 123 anos e é o mais antigo em andamento no país.

Site desenvolvido pela Lima & Santana Propaganda - A questão seria julgada amanhã (27), mas um pedido de adiamento feito pela família Orleans e Bragança foi aceito pelo ministro Antônio Carlos Ferreira, relator dos dois processos que tratam do assunto.

Selo Infraero - No processo, a família real portuguesa alega ter direito à indenização do governo brasileiro pela tomada do palácio após o fim da monarquia e a proclamação da República, em 1889. Segundo a família Orleans e Bragança, o palácio fazia parte dos bens privados da família, que também pediu à Justiça a restituição do imóvel.

Air Freight - Em mais de cem anos de tramitação, houve diversas decisões do Judiciário. Na década de 1960, a ação foi encerrada, mas o caso foi reaberto. Os recorrentes são herdeiros da Princesa Isabel.

Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/stj-adia-julgamento-de-acao-que-tramita-ha-123-anos-no-pais/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Operador Logístico Multimodal - A organização do governo de transição conta com a participação de integrantes das equipes do presidente Michel Temer e de seu sucessor, Jair Bolsonaro. Para organizar as atividades na economia, foram definidas 15 áreas, que tratam desde privatizações à situação dos servidores públicos e a relação com os organismos internacionais.

Operador Logístico Brasil - As informações públicas podem ser acessadas em um documento disponibilizado pelo Ministério do Planejamento na internet. O relatório contém 176 páginas e discrimina cada setor em detalhes.

D-Log conquista selo de Eficiência Logística - O texto discrimina as seguintes áreas: Reformas e Orçamento; Regra de Ouro; Reformas Microeconômicas; Plano Plurianual e Estratégia Nacional; Estruturas e Modelos Organizacionais; Perfil da Força de Trabalho; Remuneração dos Servidores e Centralização das Atividades de Gestão.

Veja também

Selo Infraero - Também detalha os setores de Gestão de Patrimônio; Governo Digital; Investimentos Prioritários; Concessões e Parcerias e Perspectivas das Estatais, além de Privatização da Eletrobrás e Organismos Internacionais.

Contato D-Log - De acordo com o Planejamento, o objetivo é “subsidiar o processo de transição de governo 2018-2019, de forma transparente e republicana”. Os textos se entrelaçam para fornecer à nova equipe a abrangência e estratégia de cada setor. Mas podem ser avaliados separadamente.

Transporte de Carga Aérea - Pela Lei 10.609, de 20 de dezembro de 2002, o acesso restrito destina-se à equipe de transição. A gestão dos acessos é realizada pelo coordenador da equipe de transição, o ministro extraordinário, Onyx Lorenzoni, confirmado para a Casa Civil na gestão Bolsonaro.

D-Log 21 anos - A norma diz que “sem prejuízo dos deveres e das proibições estabelecidos pela Lei no 8.112, de 11 de dezembro de 1990, os titulares dos cargos de que trata o Art. 4º deverão manter sigilo dos dados e informações confidenciais a que tiverem acesso, sob pena de responsabilização, nos termos da legislação específica”.

Fonte: https://exame.abril.com.br/economia/equipe-de-transicao-define-15-areas-da-economia-com-prioridade/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Operador Logístico Brasil - São Paulo – O empresário Fabrizio Fasano, da rede de hotéis e restaurantes Fasano, morreu neste sábado, 24. O comunicado foi feito pelo filho, o apresentador Fabrizio Fasano Jr, no Instagram.

Rodoviário - O grupo Fasano também utilizou as redes sociais para homenagear o empresário, que atuava no grupo que pertence à família desde 1982. “É com grande pesar que comunicamos o falecimento do querido Sr. Fabrizio, patriarca da família Fasano. Sua presença, carisma e sorriso serão lembrados com eterna saudade. Desejamos nossos sentimentos a toda família.”

Fonte: https://exame.abril.com.br/negocios/morre-empresario-fabrizio-fasano/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Clientes D-Log - São Paulo – O desmatamento da Amazônia atingiu seu maior nível em uma década neste ano, impulsionado pela exploração ilegal de madeira e pelo avanço da agricultura sobre a floresta, mostraram dados do governo nesta sexta-feira.

Rodoviário - Imagens de satélite nos 12 meses até o final de julho deste ano mostraram que 7.900 quilômetros quadrados de floresta amazônica foram destruídos, equivalente a mais da metade do território da Jamaica. O valor representa ainda um crescimento de 13,7 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior.

Agente de Carga - O desmatamento é um fator-chave por trás do aquecimento global e responde por cerca de 15 por cento das emissões anuais de gases do efeito estufa, patamar similar ao do setor de transporte.

Cotação - Nesta sexta-feira, um relatório do governo dos Estados Unidos apontou que a mudança climática custará aos EUA centenas de bilhões de dólares até o final do século.

Rodoviário - O ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, disse em comunicado que a exploração ilegal de madeira é o principal fator por trás do aumento do desmatamento da Amazônia. Ele pediu que o governo aumente a fiscalização na floresta.

Multimodal Logistics Operator Brazil - Pará e Mato Grosso foram os Estados que mais contribuíram para o crescimento do desmatamento. Mato Grosso é principal produtor de grãos do Brasil e lidera a elevação na produção de soja.

Cotação - O Observatório do Clima, uma rede de organizações não-governamentais, disse em outro comunicado que o aumento do desmatamento não foi uma surpresa. Além da exploração ilegal de madeira, a entidade disse que o setor de commodities do país, que está em expansão, contribuiu para a destruição da floresta, uma vez que produtores buscam expandir a área plantada.

Marítimo - Marcio Astrini, do Greenpeace, disse que o governo brasileiro não faz o bastante para combater o desmatamento e políticas adotadas recentemente, como a redução de áreas protegidas, incentivaram a destruição florestal.

Road Transportation - Os dois grupos demonstram preocupação com a possibilidade de o desmatamento aumentar ainda mais durante o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, que assumirá em janeiro. Ele é um crítico do Ibama e tem no setor agrícola um de seus principais grupos de apoio.

Operador Logístico de Carga - Apesar da elevação recente, o desmatamento ainda está bem abaixo dos níveis recordes do início dos anos 2000, antes de o governo brasileiro lançar uma estratégia para combater a destruição florestal. Em 2004, por exemplo, mais de 27 mil quilômetros quadrados foram desmatados, uma área do tamanho do Haiti.

Operador Logístico Multimodal - Cientistas consideram a Amazônia como uma das principais proteções naturais contra o aquecimento global, já que a floresta atua como gigantesca absorvedora de carbono. A floresta também é rica em biodiversidade e abriga bilhões de espécies ainda não estudadas.

Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/desmatamento-da-amazonia-atinge-recorde-em-uma-decada/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Serviços - O presidente eleito, Jair Bolsonaro, divulgou pelo seu perfil no Twitter a indicação do colombiano Ricardo Vélez Rodríguez como futuro ministro da Educação.

Air Freight - Em postagem, Bolsonaro diz que Rodríguez é “filósofo, professor emérito da Escola de Comando do estado Maior do Exército e autor de mais de 30 obras. Também é professor de Filosofia, Mestre em Pensamento Brasileiro pela Pontifícia Universidade Católica RJ, Doutor em Pensamento Luso-Brasileiro pela Universidade Gama Filho, Pós-Doutor pelo Centro de Pesquisas Políticas Raymond Aron, Paris, com ampla experiência docente e gestora”. 

Road Transportation - Rodríguez esteve em reunião com Bolsonaro nesta quarta-feira, 22, após reação negativa de evangélicos sobre uma possível nomeação de Mozart Ramos para a pasta.

Sea Freight - Entre os livros escritos pelo autor está “A Grande Mentira – Lula e o Patrimonialismo Petista”.

Selo Infraero -

Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/ricardo-velez-rodriguez-sera-o-novo-ministro-da-educacao/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Serviços - O presidente da Suprema Corte dos Estados Unidos, John Roberts, defendeu diretamente a independência do judiciário federal um dia após o presidente Donald Trump criticar um juiz que tomou decisão contrária à sua política que impede asilos para determinados imigrantes chamando-o de um “juiz de Obama”, mas Trump rapidamente rejeitou a repreensão.

Operador Logístico Multimodal - A declaração de Roberts representa sua primeira resposta pública sobre o criticismo persistente do presidente em relação aos tribunais federais. Adversários de Trump chamaram seu criticismo aos juízes de um ataque à lei nos Estados Unidos.

D-Log 21 anos - “Não temos juízes de Obama ou juízes de Trump, de Bush ou de Clinton”, disse Roberts, um conservador nomeado ao cargo pelo ex-presidente George W. Bush, em comunicado da Suprema Corte.

Clientes D-Log - “O que temos é um grupo extraordinário de juízes dedicados que fazem o seu melhor para tratar com igualdade os que se apresentam diante deles. Um judiciário independente é algo a que todos deveríamos ser gratos”, acrescentou Roberts, embora seu comunicado não mencionasse diretamente Trump.

Clientes D-Log - No Twitter, Trump respondeu: “Desculpe, presidente John Roberts, mas temos sim ‘juízes de Obama’ e eles têm um ponto de vista bem diferente dos que têm como responsabilidade a segurança do nosso país”.

Multimodal Logistics Operator Brazil - Não é comum para um presidente da Suprema Corte do país, com nove membros, responder a um presidente. A Constituição dos Estados Unidos estabelece que o judiciário federal é um dos poderes equivalentes do governo, com o Executivo e o Legislativo sendo os demais poderes que integram o chamado sistema de pesos e contrapesos do poder. Os presidentes apontam os membros da Suprema Corte, que são confirmados pelo Senado.

Prêmios e Certificados - Ilya Somin, professor de Direito na Universidade George Mason, no estado da Virgínia, disse que a resposta rara e direta de Roberts a Trump “envia um sinal de que Trump passou do ponto do discurso político responsável”.

Fonte: https://exame.abril.com.br/mundo/trump-discute-com-presidente-da-suprema-corte-apos-critica-ao-judiciario/


AGENTE DE CARGA INTERNACIONALAGENTE INTERNACIONALOPERADOR LOGÍSTICO DE CARGA
OPERADOR MULTIMODALTRANSPORTE DE CARGA AÉREAOPERADOR LOGÍSTICO NO BRASILOTM OPERADOR DE TRANSPORTE MULTIMODAL



D-LOG BRASIL

Rua Nova Jerusalém, 78 - Tatuapé
03410-000 - São Paulo-SP
comercial@dlogbr.com
+55 11 3634-2300

FACEBOOK