somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Ciro chama Huck de “estagiário” e aposta que economia não vai melhorar

13 de outubro de 2019 Mercado

Operadores Logísticos - Para o ex-governador do Ceará e ex-ministro Ciro Gomes (PDT), a economia não vai melhorar no ano que vem e o presidente Jair Bolsonaro (PSL) não terminará o mandato. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo e ao portal UOL publicada neste domingo 13, disse que Bolsonaro implodiu rapidamente seu capital político e que, no sete de setembro do ano que vem, “ele não bota a cara na rua, porque a economia não vai mudar nada”.

Termos e Procedimentos - Ciro, contudo, acredita numa eventual renúncia de Bolsonaro, e diz que não é a favor de um impeachment. “Remédio para governo ruim e para a nossa frustração não é impedimento. O PSDB, por exemplo, percebeu a grande bobagem que fez com o impedimento da Dilma”, disse.

Operador Multimodal de Carga - Na entrevista, o político cearense disse ainda que eleger o apresentador Luciano Huck, que pode ser candidato à Presidência em 2022, seria o mesmo que “um estagiário” para a Presidência, diante da inexperiência do potencial candidato. “Pelo amor de Deus, chega de mandar estagiário para a Presidência da República”, disse sobre Huck. “Aí vamos entregar a Presidência da República no olho do furacão da pior crise socioeconômica da história do Brasil a um grande malabarista?”, completou. 

Newsletter - Ciro Gomes foi candidato à Presidência nas eleições 2018, e terminou com 12,47% dos votos no primeiro turno, em terceiro lugar, atrás de Bolsonaro (46,06% dos votos válidos) e Fernando Haddad (29,24%). O político saiu do pleito queimado ante parte da esquerda por não apoiar de forma contundente Haddad no segundo turno. Ciro não descarta se candidatar novamente em 2022.

Transporte Aéreo de Animais - Alguns nomes ligados à esquerda neste ano começaram a sinalizar que deveriam ter apoiado o ex-governador do Ceará em 2018, sendo os principais o governador da Bahia, Rui Costa (PT), e o ex-ministro da Educação no governo Dilma, Renato Janine Ribeiro.

Saída de Lula

Multimodal Logistics Operator Brazil - Na entrevista deste domingo, Ciro também comentou sobre o imbróglio referente à saída do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da prisão. Embora tenha direito ao semiaberto por ter cumprido um sexto da pena, o ex-presidente não quer deixar a Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, onde está preso desde abril do ano passado, pois quer ser inocentado completamente.

Contato D-Log - “Lula só faz política 24 horas por dia e está desmoralizando a Justiça que resta do Brasil”, disse Ciro sobre o caso, afirmando que a presença de alguém em uma cadeia pública não é “voluntária”. “No Brasil, agora, não tem mais lei. É tudo conveniência e o Lula sentiu, com esse instinto extraordinário que ele tem, que a Justiça brasileira está em xeque e resolveu tripudiar”, disse. 

Contato D-Log - Ciro, que é formado em Direito pela Universidade Federal do Ceará, é historicamente crítico à prisão de Lula, e repetidas vezes criticou o processo referente ao ex-presidente, a Lava-Jato e o juiz Sergio Moro. Ciro voltou a criticar o atual ministro da Justiça, chamando-o de “analfabeto funcional de matéria de direito”.

Dietrich Logistics - “Ou não é corrupção um juiz condenar um político, independentemente se esse político é ou não culpado, e depois aceitar ser ministro de quem ganhou a eleição, porque aquele outro não pôde participar da eleição? Isso é deplorável. Não existe esse tipo de precedente no mundo”, disse o ex-governador.

Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/ciro-chama-huck-de-estagiario-e-aposta-que-economia-nao-vai-melhorar/


AGENTE DE CARGA INTERNACIONALAGENTE INTERNACIONALOPERADOR LOGÍSTICO DE CARGA
OPERADOR MULTIMODALTRANSPORTE DE CARGA AÉREAOPERADOR LOGÍSTICO NO BRASILOTM OPERADOR DE TRANSPORTE MULTIMODAL



D-LOG BRASIL

Rua Nova Jerusalém, 78 - Tatuapé
03410-000 - São Paulo-SP
comercial@dlogbr.com
+55 11 3634-2300

FACEBOOK