Arquivos Mercado - D-Log - Excelência e Confiabilidade

somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Termos e Procedimentos - O deputado opositor Gilber Caro, detido em 26 de abril passado, foi libertado nesta segunda-feira, informou o Parlamento, às vésperas da visita à Venezuela da Alta Comissária de Direitos Humanos da ONU, Michelle Bachelet.

Transporte de Carga Aérea - “O deputado Gilber Caro nunca deveria ter sido preso. Hoje sai das grades, mas assim como todos os venezuelanos ainda não tem liberdade”, destacou no Twitter na Assembleia Nacional, de maioria opositora.

News - Partidário do líder do Legislativo, Juan Guaidó, autoproclamado presidente interino da Venezuela e reconhecido no cargo por mais de 50 países, Caro foi recebido por um grupo de legisladores pró-governo e da oposição à saída da prisão. Esses dirigentes integram o Grupo de Boston, criado em 2002 e integrado por legisladores venezuelanos e americanos. Caro, de 45 anos, foi detido em Caracas sem motivo alegado oficialmente

Operador Multimodal - Um vídeo publicado na conta do Twitter deste grupo mostra o legislador se encontrando com o colega opositor Manuel Texeira, o ex-congressista Pedro Díaz Blum e os chavistas Gerardo Márquez e Francisco Torrealba, membros da Assembleia Constituinte. “A porta giratória dos nossos presos políticos só de deterá com a democracia”, escreveu Guaidó no Twitter.

Desembaraço Aduaneiro - A libertação do deputado ocorre às vésperas da visita de Bachelet, que chega à Venezuela na quarta-feira, para constatar a situação dos direitos humanos neste país mergulhado numa grave crise política e sócio-econômica.

Road Transportation - Esta não é a primeira vez que é preso. Entre janeiro de 2017 e junho de 2018, esteve detido acusado de traição à pátria e roubo de armas da Força Armada, mas não chegou ser condenado.

Fonte: https://exame.abril.com.br/mundo/libertado-deputado-opositor-venezuelano-antes-de-visita-de-bachelet/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

D-Log 21 anos - PARIS — O presidente da Boeing disse neste domingo que a fabricante norte-americana de aviões cometeu um erro ao implementar um sistema defeituoso de aviso de cabine na aeronave 737 MAX e previu que levará tempo para reconstruir a confiança dos clientes na sequência de dois acidentes fatais.

Dietrich Logistics - O presidente-executivo da empresa, Dennis Muilenburg, disse que a Boeing falhou na comunicação com os reguladores e clientes, mas defendeu engenharia e design de software que estão no centro das investigações sobre os acidentes que levaram crise à companhia aérea multinacional.

Site desenvolvido pela Lima & Santana Propaganda - Muilenburg reconheceu que a empresa cometeu um erro ao não revelar o sistema de alerta defeituoso do cockpit de seu 737 MAX para reguladores e clientes, e disse que essa falha tem sido objeto de análise dos reguladores globais.

Agente de Carga - Muilenburg, que está sob duras críticas a respeito do projeto do 737 MAX e da forma como a Boeing lidou com a crise, disse que “estamos vendo ao longo do tempo cada vez mais convergência entre os reguladores” sobre quando a aeronave deve retornar ao serviço.

Road Transportation - Ele disse esperar que o MAX retorne a operar ainda neste ano e que 90% dos seus clientes participem de sessões de simulação de voo com o software MCAS atualizado, já que a empresa trabalha para garantir um vôo de certificação junto aos reguladores em breve.

Operador Multimodal de Carga - A Boeing diz que seguiu procedimentos de engenharia ao projetar o 737 MAX. Questionado sobre como os procedimentos falharam na captura de falhas aparentes no software de controle do MCAS e na arquitetura de sensores, Muilenburg disse: “Claramente, podemos fazer melhorias, e entendemos isso e faremos essas melhorias”.

Fonte: https://exame.abril.com.br/mundo/boeing-diz-que-levara-tempo-ate-reconquistar-confianca-de-clientes/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Air Freight - São Paulo –  “O Brasil não pode ser um país do mundo gay, de turismo gay. Temos famílias”.

News - A frase do presidente Jair Bolsonaro em café da manhã com jornalistas no último 25 de abril rodou o mundo e ataca um setor que mostra resultados positivos raros na combalida economia brasileira.

Operador Multimodal - O turismo LBGT registrou alta de 11% no Brasil em 2017, contra 3,5% no turismo de modo geral, segundo pesquisa realizada pelo Sebrae com a Associação Brasileira de Turismo LGBT e a revista ViaG.

Newsletter - Apesar disso, essa área foi retirada, há um mês, do plano Nacional de Turismo, elaborado na gestão do ex-ministro do Turismo, Marx Beltrão, e assinado no governo de Michel Temer.

Road Transportation - As estratégias previam “sensibilizar o setor para a inclusão das pessoas idosas e do público LGBT no turismo”. Agora, elas se restringem ao público idoso.

Marítimo - John Tanzella, presidente da Associação Internacional de Turismo LGBT (IGLTA) há 12 anos, diz que esses movimentos não significam, necessariamente, uma trava para os negócios – que vão muito bem, obrigado.

Contato D-Log - Ele diz que o país é um exemplo e o segundo maior mercado da organização fundada em 1983, com associados em 80 países e sede em Fort Lauderdale, na Flórida.

Companhia - No último dia 06, Tanzella esteve em São Paulo para participar do Fórum de Turismo LGBT do Brasil e concedeu a seguinte entrevista exclusiva para EXAME:

D-Log 21 anos - O presidente Jair Bolsonaro disse recentemente que o Brasil não deveria ser um paraíso do turismo gay. Como você responderia a isso? 

Agente de Carga - Nós não somos uma organização política e sim de negócios, então o que os políticos dizem não afeta o que fazemos.

Operador Logístico Brasil - Mas houve alguma manifestação de preocupação por parte de operadores ou turistas?

Agente de Carga Internacional - Sempre há preocupação quando líderes no mundo dizem algo contra a comunidade, mas muitas vezes isso nos deixa mais fortes e as pessoas querem apoiar os negócios LGBT aqui porque sabem que é desafiador – assim como é nos EUA, na Itália e em muitos outros países agora. Não afeta, necessariamente, os negócios.

Trabalhe na D-Log - Qual é a situação do turismo LGBT no Brasil?

Transporte de Carga Aérea - É gigante! É o segundo maior mercado da IGTLA depois dos Estados Unidos.

Rodoviário - Há outro país em desenvolvimento que pode servir de exemplo para o Brasil?

Operador Logístico Multimodal - O Brasil que é, na verdade, um ótimo exemplo. O Rio de Janeiro tem se vendido como um destino gay por muitos anos. Na vizinha Argentina, o governo é muito pró-ativo para receber turistas LGBT e gerar receita e empregos. É um bom exemplo na região.

Sea Freight - Quando as pessoas pensam em turismo LGBT o que vem primeiro à mente são as paradas. Como diversificar esse conceito para incluir lésbicas e transgêneros, por exemplo?

Operador Logístico Brasil - Temos todos os tipos de negócios, alguns são específicos para o mercado lésbico e alguns são para famílias LGBT, uma área crescente porque cada vez mais países estão legalizando o casamento gay.

Desembaraço Aduaneiro - É divertido ir para parada, mas é uma semana no ano, e as pessoas LGBT viajam o ano todo e em busca de experiências únicas, e não necessariamente gays.

Marítimo - Quais são algumas das reclamações que você ouve de viajantes LGBT?

Sea Freight - Em países menos receptivos, como muitos do Oriente Médio, é desafiador. Não significa que as pessoas não devam ir, porque não apoiamos boicotes, mas não importa quem você seja, você precisa cumprir as leis e entender a cultura de um país. Nem todos os lugares são como o Rio ou São Francisco.

Operador Logístico Brasil - Há uma orientação específica sobre as leis de cada lugar para que as pessoas se orientem?

Air Freight - Sim, trabalhamos com a ILGA (Associação Internacional de Gays e Lésbicas), baseada em Genebra, que produz um mapa de legislação de cada pais que usamos como referência.

Site desenvolvido pela Lima & Santana Propaganda - Temos membros em vários países como Uganda, onde é desafiador ser LGBT e você não imaginaria que haveria negócios ou turistas LGBT.

Operador Logístico Brasil - Também se fala na fronteira da Ásia, onde há forte crescimento econômico e as atitudes sobre a homossexualidade estão em evolução. Para onde o mercado está olhando?

Operador Logístico Multimodal - A Ásia, como qualquer outra região do mundo, tem desafios e pontos luminosos. O Japão tem crescido nesse segmento; com as Olimpíadas chegando, estão tentando abraçar a diversidade. A Tailândia também faz um ótimo trabalho de divulgar os seus destinos, como Bangcoc.

Customs Clearance - Há outros exemplos de lugares convidativos como Bali, na Indonésia. A cada ano temos mais asiáticos em nossas convenções; o interesse está definitivamente crescendo.

Cotação - Nestes 12 anos na organização, o que mais mudou e te surpreendeu?

Cotação - Quando eu comecei, não tínhamos nenhum parceiro corporativo e agora você vê marcas globais como Marriott, Delta Airlines e South African Airways se promovendo para a comunidade.

Trabalhe na D-Log - Elas sabem que tem funcionários LGBT e querem fazer a coisa certa e tentamos ajudar nesse processo de aprendizado e de aceitação. Não se pode dizer só “queremos viajantes gays’: primeiro precisam fazer o trabalho correto interno para garantir que os seus funcionários tem os mesmos benefícios do que aqueles que não são LGBT, senão você será acusado de pinkwashing [crítica ao uso da associação ao público LGBT como mera estratégia de marketing].

Fonte: https://exame.abril.com.br/economia/brasil-e-exemplo-de-pais-que-soube-aproveitar-turismo-lgbt-diz-tanzella/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Cotação - São Paulo – A proposta de aumentar a alíquota da Contribuição Social Sobre Lucro Líquido (CSLL) dos bancos dos atuais 15% para 20% impactou nas ações dos bancos. Os papéis dos quatro maiores bancos do País (Itaú, Bradesco, Santander e Banco do Brasil) operavam no campo negativo na última sexta-feira.

Agente de Carga - A proposta foi anunciada pelo relator da reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) na véspera. Segundo o relator, o aumento de 15% para 20% na alíquota teria um potencial arrecadatório de aproximadamente R$ 50 bilhões nos próximos 10 anos.

Air Freight - Para a XP Investimentos, a taxa mais alta causará um impacto negativo para os bancos, mas será limitado. André Martins, analista da XP que assinou o relatório divulgado, destacou que esta não seria uma situação totalmente nova para bancos e seguradoras. Isso porque a taxa de 20% já  vigorou entre 2016 e 2018.

Operadores Logísticos - Ele acrescenta ainda que a medida teria um impacto entre 5% e 8% nos preços-alvo das ações, se a alíquota persistir por mais de 3 anos. Pelos cálculos do analista, o Itaú e o Santander seriam os mais prejudicados, com redução de 7,5% e 8% no preço-alvo das ações, respectivamente. Conforme a tabela abaixo:

Empresa Crédito Tributário Impacto positivo máximo no LL % do LL 2020 “Break even” estimado Impacto no preço-alvo
Banco do Brasil 36.489 4.561 23,50% 2,52 anos -6,60%
Bradesco 48.157 6.020 21% 2.45 anos -6%
Itaú 33.679 4.210 13,20% 1,67 anos -7,50%
Santander 22.470 2.809 17,80% 2,25 anos -8%

Parceiros - No cálculo feito, o analista assumiu que a alta de 5% na alíquota impactaria todo o estoque de crédito tributário e seria reconhecida em 2020, acreditando que a reforma da Previdência será votada no segundo semestre e considerando que há outros rituais a serem cumpridos até que novas taxas sejam aplicáveis.  Além disso, o “break even” na tabela é o intervalo de tempo aproximado em que o benefício fiscal imediato seria 100% consumido pela alíquota mais alta e, portanto, representa quando ela passaria a prejudicar os retornos em termos de valor presente.

Site desenvolvido pela Lima & Santana Propaganda - O relatório destaca ainda que há muitas discussões e decisões a serem tomadas em torno da reforma da Previdência e a XP Investimentos ainda não  assumiu essa mudança em nossos modelos oficiais. “Embora fosse prejudicar o potencial de crescimento dos bancos, ainda vemos o setor como uma oportunidade de investimento atrativa.”

Fonte: https://exame.abril.com.br/mercados/aumento-de-imposto-para-bancos-impactara-no-preco-alvo-das-acoes/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Sea Freight - São Paulo — A greve geral convocada por centrais sindicais de todo o País contra a reforma da Previdência afeta parcialmente o transporte público em São Paulo nesta sexta-feira, 14.

Empresa de Logística em São Paulo - A Justiça concedeu liminar que obriga o funcionamento dos transportes. Agora pela manhã, os ônibus circulam com 97% da frota, segundo a SPTrans. Os 29 terminais municipais estão em operação. A CPTM opera normalmente e o Metrô tem circulação parcial em algumas linhas.

Site desenvolvido pela Lima & Santana Propaganda - A pauta principal da greve geral, segundo as centrais, é manifestar repúdio à proposta de reforma da Previdência.

Marítimo - O presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Antonio Neto, afirmou que a expectativa para a greve é que os trabalhadores da categoria de transportes mantenham a adesão. “A liminar é esdrúxula, vai contra a Constituição. Os trabalhadores decidiram por ela. Eles vão enfrentar a greve apesar disso”, disse.

Agente de Carga - O secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves Juruna, ressalta que a convocação à greve não é só para o setor de ônibus, metrô e trem. Segundo ele, engloba todas as categorias. “Não estão fazendo greve para prejudicar a população. Não há motivo para gastar combustível e eletricidade se o povo não vai trabalhar. Com todo respeito aos juízes, foi precipitada a decisão.”

Contato D-Log - A Prefeitura de São Paulo manteve o rodízio de veículos, assim como as restrições a veículos fretados e às zonas azuis, e informou que a situação do trânsito será monitorada durante todo o dia.

Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/transporte-publico-funciona-parcialmente-em-sp-em-dia-de-greve-geral/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Operador Logístico Brasil - São Paulo — Leia as principais notícias para começar esta quinta-feira (13) bem informado:

As quentes do dia

Desembaraço Aduaneiro - Com relatório esvaziado, Previdência deverá economizar R$ 800 bilhões
Rodrigo Maia quer aprovar o texto na comissão até o dia 25 de junho para tentar votá-lo no plenário da Casa na primeira semana de julho

Contato D-Log - Estados estão fora da reforma da Previdência; veja a situação do seu
Expectativa dos deputados e do governo era de que os governadores fossem mais ativos na articulação política pela Nova Previdência

Road Transportation - No UOL, Fux, Celso Daniel e EUA: novas mensagens para Moro ampliam leque e dúvidas
Novas conversas divulgadas ontem pelo site The Intercept Brasil ampliam o raio da crise, até então centrada no ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) e no procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol, e expandem o leque de dúvidas a responder

Política e Mundo

Newsletter - Lava Jato diz que diálogos inteiros podem ter sido forjados por hacker
Integrantes da força-tarefa afirmaram que uma informação conseguida por um hackeamento traz consigo dúvidas inafastáveis quanto à sua autenticidade

Newsletter - Juíza substituta de Moro diz que também foi alvo de hacker
A invasão foi comunicada à Policia Federal que apura as invasões; Hardt afirmou que “não verificou informações pessoais sensíveis que tenham sido expostas”

Operador Logístico - Dodge pede à PF inquérito único sobre ataques cibernéticos a procuradores
Procuradora também solicitou informações sobre o estágio atual das investigações sobre invasão no Telegram

Serviços - O maior problema de Macri: Argentina divulga inflação
Índice de preços já cresceu mais de 50% nos últimos 12 meses e será uma das maiores barreiras à reeleição do presidente Mauricio Macri

Enquanto você desligou

Agente de Carga - Relator confirma retirada de BPC, capitalização e rural da Previdência
O relator disse que ainda espera conseguir chegar ao 1 trilhão de reais de economia em 10 anos com a proposta; texto será divulgado amanhã cedo

Sea Freight - Guedes entendeu que capitalização só é viável com boa economia, diz Maia
“Não vou dizer que (Guedes está) satisfeito, mas democracia é assim”, disse o presidente da Câmara

Operador Logístico de Carga - Petrobras acaba com periodicidade de reajustes de combustíveis
Segundo a estatal, aplicação imediata desta revisão permitirá à empresa reduzir os preços do diesel “acompanhando as variações dos preços internacionais”

Selo Infraero - STF adia julgamento sobre desinvestimentos da Petrobras
Os desinvestimentos são importantes para que a empresa possa focar na exploração e produção no pré-sal

Operador Multimodal de Carga - STJ decide por 5 a 4 contra Eletrobras em caso do empréstimo compulsório
A decisão foi tomada pela Primeira Seção do STJ, em um processo da empresa Decoradora Roma, que contestava a correção dos valores

Cotação - Mercado Livre supera Twitter em valor de mercado
O dado faz parte da última edição do relatório setorial Mary Meeker Internet Trends 2019

Agenda

Aéreo - Nesta quinta-feira (13), o IBGE divulga os dados da venda do varejo referentes ao mês de abril, assim como o acumulado do ano. Na Zona do Euro, Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu (BCE), fará seu discurso, que pode trazer mais informações sobre os rumos da instituição e da economia europeia. Também falam Luis de Guindos, vice-presidente do BCE, e Benoit Coeuré, membro da Comissão Executiva do BCE. Nos EUA, o U.S Bureau of Labor Statistics revela o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) de maio, um dos índices que medem variações de tendências de compra e a inflação. Também há divulgação do núcleo do IPC, a versão com expurgo de eventuais choques de preço. E o Energy Information Administration atualiza os dados referentes aos estoques americanos de petróleo bruto.

Fonte: https://exame.abril.com.br/mercados/relatorio-da-previdencia-inflacao-na-argentina-e-tudo-para-ler-hoje/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

D-Log conquista selo de Eficiência Logística - A startup americana de cartões de crédito Brex, fundada por dois brasileiros no Vale do Silício, levantou ontem um novo aporte de US$ 100 milhões. Com a nova rodada de investimento, a startup passa a valer US$ 2,6 bilhões. O investimento foi liderado pelo fundo Kleiner Perkins e com a participação de antigos investidores da empresa como a DST Global, IVP, Y Combinator e Greenoaks Capital.

Dietrich Logistics - A startup também anunciou a criação de um novo produto: um cartão de crédito feito especificamente para empresas de ciências da vida, como negócios farmacêuticos, biotecnologia e cosméticos. A Brex ainda elaborou uma forma de recompensas direcionadas, incluindo dinheiro de volta em materiais de laboratórios e taxas de conferência.

Serviços - É o segundo produto especifico criado pela Brex para um segmento. Em fevereiro, a empresa lançou um cartão para startups de comércio eletrônico – o produto arrecada um terço da receita da companhia.

Operador Multimodal - De acordo com o presidente da Brex, Henrique Dubugras, a empresa não precisava de investimento no momento. “Ainda não tocamos no dinheiro recebido no último aporte. Para nós, essa rodada agora é um evento de reprecificação, que vai nos ajudar no recrutamento de novos funcionários”, disse ao site americano TechCrunch.

Operadores Logísticos - Dubugras, que criou a empresa ao lado de Pedro Franceschi, disse ainda que o dinheiro será reservado para fins de gestão de risco. “Nossos bancos e parceiros gostam que tenhamos muito capital disponível para o caso de algo dar errado.” Dubugras tem hoje 22 anos, enquanto Franceschi tem 21 anos.

Operador Logístico Brasil - O diferencial do serviço da Brex é a agilidade: a empresa promete uma versão digital do cartão em até cinco minutos após o cadastro, e uma versão física em cinco dias.

Serviços - Além disso, ao contrário dos bancos, a Brex não pede garantias – como renda e bens – para dar um cartão corporativo aos empreendedores. Para avaliar os riscos, a empresa foge dos modelos tradicionais. Em vez de analisar o faturamento, a Brex avalia o histórico dos investidores, o fluxo de caixa e os padrões de gastos da startup.

Marítimo - As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: https://exame.abril.com.br/economia/startup-brex-de-brasileiros-e-avaliada-em-us-26-bilhoes/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Contato D-Log - São Paulo — A Latam divulgou nesta segunda-feira, 10, seus dados operacionais do mês de maio. A companhia registrou aumento de 6,4% na demanda por seus voos (RPK) na comparação com o mesmo mês de 2018, enquanto a oferta de assentos (ASK) subiu 3% na mesma comparação. Assim, a taxa de ocupação subiu 2,7 pontos porcentuais em um ano, para 83,6%. O número de passageiros transportados subiu 8,6%.

D-Log 21 anos - A demanda subiu em todos os mercados onde a Latam atua. O maior crescimento aconteceu nos voos domésticos dos países sul-americanos, exceto Brasil, com 8,5%. No mercado brasileiro, o avanço foi de 6,3%, e nos voos internacionais, cresceu 6%.

Operador Logístico - No que diz respeito à oferta, o maior avanço se deu nos mercados sul-americanos, com 9,3%. Já no Brasil, a ASK cresceu 0,7%, e nos voos internacionais, 2,3%. A maior alta na taxa de ocupação foi no Brasil, com 4,2 pontos, para 79,4%. O melhor índice está no mercado internacional, de 86,9%.

Operador Logístico de Carga - No acumulado do ano até maio, a demanda cresceu 6%, enquanto a oferta subiu 6,2%. Assim, a taxa de ocupação caiu 0,2 ponto, para 83,9% na comparação com o mesmo período de 2018.

D-Log 21 anos - No transporte de cargas, a demanda caiu 5,3% em maio, enquanto a oferta recuou 9%. A taxa de ocupação subiu 2,3 ponto, para 56,4%.

Fonte: https://exame.abril.com.br/economia/latam-demanda-cresce-64-em-maio-enquanto-oferta-avanca-3/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

D-Log conquista selo de Eficiência Logística - Brasília — O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez um apelo neste domingo, 9, para que os governadores se empenhem em convencer suas bancadas na Casa a aprovarem a manutenção dos Estados e municípios no bojo da proposta. O deputado deverá se reunir com os mandatários estaduais na terça-feira, 11, em Brasília.

Operador Logístico Brasil - “Se o governador é a favor, o deputado mais próximo a ele não pode ser contra. É a mesma coisa que o presidente [Jair Bolsonaro] ser a favor e o Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ser contra. Então, tem alguma coisa errada. […] O que a gente não pode é introduzir os governadores e o tema dos governadores contaminar o tema federal e a gente ter uma derrota de todos os temas que estão na matéria da Previdência”, disse.

Transporte Aéreo de Animais - Segundo Maia, a maior dificuldade está concentrada nos governos do Nordeste, que são, em sua maioria, de partidos de oposição ao presidente Jair Bolsonaro. “Todos defendem, muitos publicamente, mas a gente precisa que eles consigam atrair as suas bancadas para este voto. É um pedido que a gente faz porque, quando a gente introduzir os governadores, se não vier os votos dos deputados ligados aos governadores, a gente pode perder o voto dos deputados que são contra os governadores nos estados, aí a gente perde a reforma inteira”, afirmou.

Trabalhe na D-Log - Maia comandou uma reunião nesta noite com o relator da reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, e líderes de nove partidos. Os líderes do PSL, Delegado Waldir (GO), e do Novo, Marcel Van Hattem (RS), os dois partidos que integram a base do governo na Câmara, não compareceram ao encontro. De acordo com Maia, há a garantia de que os integrantes das duas siglas apoiarão a reforma, por isso a presença deles não teria sido necessária.

Serviços - Maia voltou a dizer que está trabalhando para que a reforma seja votada pela Câmara e pelo Senado até 15 ou 16 de julho, antes do início do recesso parlamentar. O presidente da Casa disse ainda ver o governo “totalmente engajado na aprovação da reforma”.

Fonte: https://exame.abril.com.br/economia/maia-cobra-empenho-de-governadores-na-aprovacao-da-reforma-da-previdencia/


somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Dietrich Logistics - Os bancos centrais estão retomando seu papel de linha de frente em meio às dificuldades da economia mundial, apesar de já não terem o mesmo poder de fogo de antes. As autoridades monetárias estão novamente buscando fortalecer o crescimento e combater a inflação baixa.

Operador Logístico Brasil - A Austrália cortou os juros na terça-feira, pela primeira vez em três anos, e a Índia deve seguir o mesmo caminho na quinta-feira. No Banco Central Europeu, os dirigentes estão preparados nesta semana para concordar, pelo menos, em termos generosos para novos empréstimos de longo prazo aos bancos.

Aéreo - O presidente do Fed, Jerome Powell, sinalizou na terça-feira uma abertura ao afrouxamento, se necessário, e ex-secretário do Tesouro Lawrence Summers escreveu que o Fed deve reduzir os juros em 50 pontos base nos próximos meses, se não mais, para evitar riscos de recessão.

Operador Logístico Brasil - Os títulos soberanos seguiram disparando e o rendimento de 10 anos da Alemanha caiu para uma baixa recorde. No Japão, a aposta em mais estímulo do banco central fez o custo de empréstimo mergulhar.

Aéreo - A política monetária global está ficando mais frouxa apenas alguns meses depois que o Fed e vários outros BCs pareciam decididos a passar 2019 afastados dos cenários de atuação de emergência da última década.

Cotação - Um índice do Conselho de Relações Exteriores mostra que a política monetária está agora mais frouxa desde 2014, enquanto o JPMorgan calcula que a taxa de juros média dos países desenvolvidos terminará este ano mais baixa do que agora, liderada por dois cortes do Fed.

Road Transportation - Essa é a perspectiva dos ministros das finanças e dos banqueiros centrais do G-20, que se reúnem nesta semana na cidade japonesa de Fukuoka. Também nesta semana, o Banco Mundial reduziu sua previsão de crescimento de 2019, citando uma desaceleração no comércio.

Operador Logístico Multimodal - “O clima em relação ao crescimento global deve ser nitidamente mais sombrio do que no último encontro do G-20”, disse Matthew Goodman, ex-funcionário da Casa Branca atualmente no Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais. “Isso pode pressionar os ministérios das finanças e os bancos centrais das principais economias a injetar novos estímulos.”

Operadores Logísticos - Os dirigentes do G-20 sabem que têm menos munição e que a política monetária não é tão potente como já foi. Desde a crise financeira de 2008, os analistas do Bank of America calculam que os bancos centrais reduziram os juros mais de 700 vezes e compraram US$ 12 trilhões em ativos financeiros.

Serviços - A taxa atual estabelecida pelo Fed é de 2,25% a 2,5%, o que não deixa muito espaço, dado que foi necessários cortar 500 pontos base para combater a última recessão.

Operador Logístico de Carga - E, pelo menos, o Fed elevou os juros – o BCE e o Banco do Japão nunca conseguiram reverter a situação trazida pela crise e as taxas ainda estão no chão.

Transporte Aéreo de Animais - Mas, com inflação abaixo da meta e desaceleração do crescimento, os investidores estão apostando em ação, e veem dois cortes de 0,25 ponto porcentual nos EUA até o final de 2019. O JPMorgan nesta semana adiou a previsão de início de alta de juros na Europa e o ABN Amro acredita que o desaperto quantitativo deve ser retomado na zona do euro no próximo ano.

Selo Infraero - Na África do Sul, o viés de política está mudando e dois dos cinco membros do comitê votaram por um corte no mês passado.

Fonte: https://exame.abril.com.br/economia/bcs-devem-voltar-a-socorrer-economias-mas-com-poder-de-fogo-menor/


AGENTE DE CARGA INTERNACIONALAGENTE INTERNACIONALOPERADOR LOGÍSTICO DE CARGA
OPERADOR MULTIMODALTRANSPORTE DE CARGA AÉREAOPERADOR LOGÍSTICO NO BRASILOTM OPERADOR DE TRANSPORTE MULTIMODAL



D-LOG BRASIL

Rua Nova Jerusalém, 78 - Tatuapé
03410-000 - São Paulo-SP
comercial@dlogbr.com
+55 11 3634-2300

FACEBOOK