somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Caminhões com ajuda são queimados na fronteira da Venezuela

24 de fevereiro de 2019 0Mercado

Road Transportation - Dois caminhões cheios de ajuda humanitária foram incendiados neste sábado em uma ponte na fronteira entre a Colômbia e a Venezuela, quando os militares venezuelanos bloquearam a passagem de uma caravana de quatro caminhões e jogaram bombas de gás lacrimogêneo contra os manifestantes.

Transporte de Carga Aérea - O líder da oposição Juan Guaidó, que está na cidade colombiana de Cúcuta, na fronteira com a Ureña venezuelana, culpou no Twitter o governo de Nicolás Maduro, a quem acusou de comandar um “regime usurpador”.

Trabalhe na D-Log - No meio dos distúrbios na ponte de Santander, em Ureña, na fronteira com Cúcuta, a deputada da oposição Gaby Arellano disse que “eles queimaram duas dos quatro caminhões”.

Operadores Logísticos - “As pessoas estão salvando a carga do caminhão e cuidando da ajuda humanitária que (o presidente Nicolás) Maduro, o ditador, ordenou que queimassem”, disse Gaby aos repórteres.

Contato D-Log - A Migração da Colômbia confirmou a queima dos dois caminhões.

Operador Logístico de Carga - Imagens de vídeo que circulam nas redes sociais e nos canais da internet mostram dezenas de pessoas pegando sacolas e caixas de remédios dos caminhões, no meio de uma grande nuvem de fumaça.

Agente de Carga - “Nossos corajosos voluntários estão realizando uma corrente para proteger alimentos e remédios, e a avalanche humanitária é impossível de ser detida”, disse Guaidó.

Agente de Carga - Os caminhões estavam em uma caravana de quatro veículos que tentaram entrar em Ureña, Cúcuta, depois que os manifestantes romperam uma barreira de obstáculos erguida pela Guarda Nacional Venezuelana.

Trabalhe na D-Log - Militares venezuelanos dispersaram com gás lacrimogêneo centenas de manifestantes que também exigiam a entrada de cargas na ponte Simón Bolívar, que liga a cidade de San Antonio (Táchira) a Cúcuta.

Transporte Aéreo de Animais - O governo de Maduro ordenou na noite de sexta-feira o fechamento das quatro pontes que ligam a Venezuela e a Colômbia pelAs pessoas tentam salvar a ajuda humanitária depois que o caminhão que a transportava foi incendiado no Francisco de Paula Internacional Santander Brige entre Cucuta, na Colômbia, e Ureña, na Venezuela, em 23 de fevereiro de 2019. Um caminhão carregado de ajuda humanitária foi incendiado no sábado. Fronteira Colômbia-Venezuela, um deputado da oposição disse a repórteres em meio a tumultos na travessia da ponte Santander. estado de Táchira.

Air Freight - O presidente socialista também ordenou o fechamento da fronteira com o Brasil e o tráfego marítimo e aéreo com Curaçao.

Termos e Procedimentos - Nos dois países também existem centros de coleta de ajuda humanitária.

Companhia -

Fonte: https://exame.abril.com.br/mundo/caminhoes-com-ajuda-sao-queimados-na-fronteira-da-venezuela/


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

AGENTE DE CARGA INTERNACIONALAGENTE INTERNACIONALOPERADOR LOGÍSTICO DE CARGA
OPERADOR MULTIMODALTRANSPORTE DE CARGA AÉREAOPERADOR LOGÍSTICO NO BRASILOTM OPERADOR DE TRANSPORTE MULTIMODAL



D-LOG BRASIL

Rua Nova Jerusalém, 78 - Tatuapé
03410-000 - São Paulo-SP
comercial@dlogbr.com
+55 11 3634-2300

FACEBOOK