somos-sobe-53-na-bolsa-apos-ser-comprada-pela-kroton-1200x518.jpg

Bolsonaro defende agenda pró-mercado, mas não detalha propostas em debate

4 de julho de 2018 0Mercado

Operador Logístico de Carga - Com um discurso pró-mercado, mas sem detalhes, o presidenciável Jair Bolsonaro foi interrompido por aplausos diversas vezes no debate com pré-candidatos ao Planalto promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) na capital federal.

Site desenvolvido pela Lima & Santana Propaganda - O deputado defendeu uma agenda liberal com a ampliação do poder da iniciativa privada na economia, mas não conseguiu dar detalhes de nenhuma de suas propostas. Aos empresários, repetiu ideias como a de pôr militares em eventual Ministério e anunciou que já tem o apoio de 110 deputados.

Prêmios e Certificados - No discurso no evento, Bolsonaro usou expressão que ficou famosa na boca de Donald Trump. “Queremos dar a grande sinalização de que nós podemos fazer o Brasil grande”, disse. Nos Estados Unidos, um dos motes de Trump era o de que é possível “Fazer a América grande de novo”.

Rodoviário - Para o pré-candidato, o Brasil está “praticamente insolvente” diante do grande comprometimento do Orçamento com despesas obrigatórias. Com esse diagnóstico, Bolsonaro defendeu que é preciso reduzir o tamanho do Estado e é preciso discutir a Reforma da Previdência, mas criticou a proposta do também presidenciável Henrique Meirelles. “É um remendo novo em calça velha”, disse.

Termos e Procedimentos - Mesmo ao ser questionado sobre as propostas para temas importantes para a plateia formada por empresários – como iniciativas para aumentar a competitividade da indústria ou ampliar acordos internacionais, o pré-candidato deu respostas genéricas e não forneceu detalhes.

Operador Logístico de Carga - “Será que a gente precisa entender de tudo? Quem botou o Brasil nessa situação caótica foram os economistas”, disse. “O presidente é como um técnico. Ele não vai jogar bola”, completou. “Tenho levado os problemas da economia como se fosse um dono ou uma dona de casa”, disse.

Operadores Logísticos - Sobre comércio exterior, por exemplo, o deputado disse que procurará novos parceiros comerciais, como Israel, e acusou o Mercosul que “passou a ser uma arma para que o nosso Brasil integre o Boliviarismo”.

Agente de Carga Internacional - Ao comentar a entrada da Venezuela no grupo, o pré-candidato disse que a ex-presidente Dilma Rousseff “tomava decisões com base na inteligência de Cuba e Venezuela”. “No caso da Dilma, mais grave que a corrupção é a questão ideológica”.

Selo Infraero - Um dos poucos detalhes fornecidos por Bolsonaro foi sobre a intenção de reduzir o número de ministérios para número próximo de 15. Um dos que passariam por fusão seria o de Agricultura com o de Meio Ambiente. Nesse ministério mais enxuto, vários escolhidos seriam militares. “Vou botar alguns generais em alguns ministérios. Qual é o problema? Governos anteriores colocavam terroristas e corruptos e ninguém falava nada”, disse.

Operador Logístico de Carga - Além da defesa, o pré-candidato disse que poderia colocar militares no ministério dos Transportes e na Ciência e Tecnologia. “Tenho falado com Marcos Pontes, o nosso astronauta, para ir para lá”, disse.

Supremo

Companhia - O pré-candidato aproveitou para criticar recente decisão monocrática do ministro Ricardo Lewandowski. “Será uma liminar ideológica? Acho que é mais ideológica, para garantir emprego dos companheiros que o indicaram para lá”, disse, ao lembrar de sua proposta de aumentar o número de cadeiras no Supremo em dez. “É um recado que estou dando. Com esse supremo, vai ficar ingovernável”, disse.

Transporte de Carga Aérea - Bolsonaro disse ainda que, quanto mais críticas recebe, mais provável é sua vitória no primeiro turno. “Acho que a gente tem tudo para ganhar no primeiro turno”, disse, ao comentar que vai participar “de todos os debates”.

Empresa de Logística em São Paulo - “Estou ansioso por esse dia”, disse, ao comentar o último debate realizado pela Rede Globo. “Vamos conversar porque afinal de conta eles (TV Globo) precisam do governo”, disse.

Sea Freight - Ao ser questionado por alguns dos industriais, Bolsonaro disse ser contra o sistema de cotas raciais na educação. “Sou contra cota; Somos iguais, somos competentes”, disse. “Os senhores podem errar comigo, com os outros já erraram”.

Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/bolsonaro-defende-agenda-pro-mercado-mas-nao-detalha-propostas-em-debate/


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

AGENTE DE CARGA INTERNACIONALAGENTE INTERNACIONALOPERADOR LOGÍSTICO DE CARGA
OPERADOR MULTIMODALTRANSPORTE DE CARGA AÉREAOPERADOR LOGÍSTICO NO BRASILOTM OPERADOR DE TRANSPORTE MULTIMODAL



D-LOG BRASIL

Rua Nova Jerusalém, 78 - Tatuapé
03410-000 - São Paulo-SP
comercial@dlogbr.com
+55 11 3634-2300

FACEBOOK